Donna Summer – Novo Musical da Broadway

 

A história da legendária rainha das discotecas.

Para quem ama os musicais da Broadway, este é imperdível.

Se você dançou ao som das deliciosas músicas de Donna Summer, vai se apaixonar do início da apresentação até a última cena, principalmente na última.

Eu estive em um show da Broadway a primeira vez, em 1990 para assistir o Fantasma da Ópera. Não entendia nada do que falavam ou cantavam, não dominava o idioma direito. Mas a música é uma linguagem universal, então eu me emocionava junto com a platéia.

Por conta desse show inesquecível, me encantei pela Broadway, pelo glamour turístico de Nova York e para cá voltei inúmeras vezes. Sempre para assistir de dois a três shows, conhecer novos restaurantes, passear pela 5a. Avenida, etc. O meio de transporte à noite era limusine. Eram muitas limusines pela cidade atendendo turistas.

Naquela época era perigoso andar a pé, à noite, pela cidade, ou usar metrô e não existia o google maps nem o Uber. Também ninguém que estava comigo nessas viagens, família ou amigos, falava inglês direito. Mas o meu sonho era sempre voltar e assistir mais shows da Broadway.

E assim a  vida foi nos surpreendendo e dando voltas que jamais pudéssemos imaginar.

Hoje, a Broadway é o “quintal da minha casa” e o meio de transporte para ir aos shows, é caminhando mesmo.

Mas essa não é a minha história e sim a de Donna Summer.

A legendária e inesquecível Donna Summer hoje tem um show que conta a história de sua vida e carreira profissional.

O show agrada pelo visual e principalmente pelas músicas que vão sendo inseridas nos episódios triste e alegres, com pinceladas de humor da trajetória de Donna Summer.

Photo: Joan Marcus

A vontade de levantar e sair dançando é enorme. Mas não dá né?

Quando chega ao fim, na última cena ninguém mais resiste, a música contagia a platéia e todos levantam ao mesmo tempo para cantar e dançar ao som altíssimo de “Last Dance.”

Os casais da platéia se beijam e se abraçam. Outras pessoas enxugam as lágrimas. Outros estendem os braços para o alto e cantam. Eu não sabia se chorava, cantava, dançava ou abraçava a mulher também desacompanhada do meu lado. Quantas recordações deliciosas de bons tempos do passado.

Até agora, só de escrever e lembrar do que vi, fico novamente arrepiada.

Os bons musicais têm o poder mágico da fantasia que nos enleva a encantadoras emoções.

Assista o vídeo da própria Donna Summer cantando para uma platéia, a música Last Dance. O que aconteceu na nossa platéia, foi ainda mais contagiante do que a platéia do vídeo:

Agora, sempre que puder, irei assistir a outros shows e se valerem a pena como este, contarei a vocês.

TIP: SO, LET’S DANCE… e que a gente nunca perca a vontade de cantar e dançar!

YG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *