Do lixo do Taj Mahal, cassino falido de Donald Trump, para…

…a galeria de Peter Tunney em Wynwood, Miami.

(Wynwood parte III)

 

Taj Mahl o opulento e grandioso cassino, foi construído por Donald Trump há 30 anos em Atlantic City, New Jersey.

Perto de 1 bilhão de dólares foram investidos na construção. Os adornos eram inúmeros e gigantescos, entre eles 17 lustres de cristais que foram espalhados por todo cassino, ao custo de 1 milhao de dólares cada um. Verdadeiros elefantes brancos de concreto pesando duas toneladas, entre outras excentricidades.

Trump dizia que Taj Mahal era a oitava maravilha do mundo.

“Tudo era tão exagerado que parecia fadado ao fracasso”, segundo Dyllan Furness correspondente do Miami News Times.

Um ano e pouco meses depois o cassino entrou em falência.

Depois de muitas disputas, ações judiciais e trabalhistas, negociações de recuperação de falência, etc. o cassino foi vendido algumas vezes e no final se tornou propriedade da Icahn Enterprises, que ainda resistiu até o ano de 2016, quando fechou as portas definitivamente.

Peter Tunney, artista dono de galerias de arte, na ocasião, recebe um telefonema do seu amigo, o último proprietário do cassino, para conhecer o acervo do Taj Mahal que estava à venda, pois sabia que Peter faria algo interessante com as peças que escolhesse e diz:

-Peter pode garimpar no “lixo” do cassino e levar o que quiser.

Nesse instante, Peter se sentiu num paraíso, esse garimpo seria uma aventura, pois logo vislumbrou a possibilidade de transformar o lixo reciclado em peças de museu.

Tomou um helicóptero e imediatamente foi para o Taj Mahal.

Peter Tunney escolheu entre tantas relíquias, um dos lustres gigantescos com quase 30 mil peças de cristal.

O lustre teve que ser desmontado e distribuído em várias caixas para ser transportado para Miami.

Ao chegar em sua galeria em Wynwood, os funcionários de Peter Tunney, levaram meses para montar cuidadosamente as tantas peças delicadas.

Hoje a galeria atrai muitos visitantes que ficam deslumbrados com a mostra.

A exibição chama-se: Excerpts From The Taj Mahal -The Truth Always Happens.

(Um apanhado do Taj Mahal – A verdade sempre acontece) 

A galeria de Peter Tunney fica em Wynwood Walls.

 

 

 

 

 

foto: Architectural Digest Magazine

Estive no cassino Taj Mahal nos seus tempos áureos e me lembro que ao adentrar o local, parecia que tinha sido transportada para um filme, ou um sonho, tal era a majestosa beleza do luxo que meus olhos podiam alcançar.

Tip: Ao visitar a galeria, olhe também para o chão. Você verá aos seus pés os carpetes que foram arrancados do cassino para forrar o piso da galeria.  

YG

3 comments on “Do lixo do Taj Mahal, cassino falido de Donald Trump, para…”

  1. SILVANA MANDELLI disse:

    Eu vi este lustre as nao me liguei no tema. E um abuso kkkkk

    1. Yara disse:

      Um abuso de lindo rsrs

  2. REGINA COELI MUSSI disse:

    Estive neste casino,era lindissimo!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *